Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

A CASA DE MARIA BONITA

Imagem
Casa de Maria Bonita, em Malhada da Caiçara - Paulo Afonso/Bahia
Estivemos no Seminário Internacional do Centenário de Maria Bonita, visitando a “Casa de Santinha”, título homônimo, provisório, do mais novo espetáculo do grupo Teatro Total. O Seminário aborda aspectos, vida e curiosidades da mulher que abriu o movimento cangaceiro para a figura feminina: Maria Gomes de Oliveira, a Maria Déa, depois Maria Bonita. A nova proposta cênica, que deve estreiar em setembro deste ano, se passa no ano de 1931. O Cangaço, liderado por Virgulino Ferreira, vulgo Lampião, impera pelo sertão nordestino. Maria, filha de Zé Felipe e Dona Déa, vive um casamento conturbado com um sapateiro dançarino e boêmio chamado Zé de Neném. Inconformada com o casamento da filha, Dona Déa promete a Virgulino sua filha Maria. Maria se apaixona pelas histórias do Rei do Sertão, contrariando a prima Mariquinha e o marido Zé de Neném. Dona Déa convence Zé Felipe a proporcionar um encontro entre Lampião e Maria. Ao vê-la,…

ARTE DE NEGOCIAR

Imagem
PAI - Escolhi uma ótima moça para você casar. 
FILHO - Mas, pai, eu prefiro escolher a minha mulher.
PAI- Meu filho, ela é filha do Bill Gates...
FILHO - Bem, neste caso, eu aceito.
            Então, o pai negociador vai encontrar o Bill Gates.
PAI - Bill, eu tenho o marido para a sua filha!
BILL GATES - Mas a minha filha é muito jovem para casar!
PAI - Mas este jovem é vice-presidente do Banco Mundial... 
BILL GATES - Neste caso, tudo bem.
Finalmente, o pai negociador vai ao Presidente do Banco Mundial.
PAI- Sr. Presidente, eu tenho um jovem recomendado para ser vice-presidente do Banco Mundial.PRES. BANCO MUNDIAL - Mas eu já tenho muitos vice-presidentes, mais do que o necessário.
PAI - Mas, Sr., este jovem é genro do Bill Gates.
PRES. BANCO MUNDIAL - Neste caso ele pode começar amanhã mesmo! 
Moral da estória:
Não existe negociação perdida. 
Tudo depende da estratégia. 


Se um dia disserem que seu trabalho não é o de um profissional,  lembre-se: 
a Arca de Noé foi construída por amadores; 
profissio…

Patrícia e "Mô", gourmet

Imagem
Mulher Chorando, Pablo Picasso
A lua cheia brilhava no céu. O carro parou perto da praia. O vento brando trazia a maresia das ondas e o barulho da água arrebentando nos rochedos. O jovem estudante de veterinária não quis perder tempo. Abriu a porta e tirou a calça. Patrícia não saiu do veículo.                 - Que houve? Você não vem? Vamos fazer amor nas pedras! – Curvou o rosto na direção da janela com todos os dentes à mostra.                 - Não estou a fim.                 - Como assim? Você é tão espontânea. Está acontecendo alguma coisa? – Dobrou os braços sob a porta e encostou o queixo.                 - Preciso ser sincera com você. – O coração deu um salto.                 - Nós sempre fomos sinceros um com o outro. É só um lance entre nós, não é?                 - É.                 - Então? Não estou entendendo você. Não quer mais sair comigo?                 Ela ficou em silêncio. Soltou um sorriso com medo.                 - É isso? Fala! Você está me deixando nervoso. – E…